Equilíbrio hormonal é essencial para combater ocorrências de gordura localizada

Ginecologista e nutróloga especializada em emagrecimento feminino, a Dra. Melissa Antoun foi uma das palestrantes do painel “Tratamento corporais de baixo custo e alto impacto”, no ICAD 2019. Abordando a questão hormonal e as alterações clínicas causadas por ela, a palestrante trouxe em sua aula dicas para identificar e tratar déficits de alguns dos principais hormônios femininos.


“Quando uma paciente chega ao nosso consultório se queixando de celulite, dificuldade de perder peso e falta de energia, por exemplo, devemos sempre investigar se essa é uma questão hormonal”, apontou. “A gordura localizada é uma queixa comum para mulheres em todas as fases da vida, da adolescência ao envelhecimento”, explicou. “Esse acúmulo sofre influência dos sistemas endócrino e nervoso, além das questões hormonais e genéticas”, listou aos presentes.


Entre as principais causas do ganho de peso, a doutora apontou as consequências da alimentação inadequada, que eventualmente atrofia os adiposos e gera uma resistência à insulina. Essa resistência, por sua vez, gera um aumento do apetite e do cansaço, levando a um aumento do peso. “Além do sobrepeso, a alteração da flora intestinal, o stress, o sedentarismo e a baixa exposição ao sol também são fatores que influem no desenvolvimento da resistência à insulina”, apontou Antoun. O diagnóstico dessa condição é laboratorial e seu tratamento exige uma dieta anti-inflamatória, com atividade física diária de 30 minutos, além do uso de probióticos para corrigir a flora intestinal.


A resistência à leptina é análoga a da insulina. “Nesse caso, ocorre uma indicação ineficaz da saciedade, o que aumenta o apetite”, comentou a palestrante. O uso da melatonina para melhora da qualidade do sono REM e de hormônios que ajudam a regular os processos de emagrecimento são tratamentos aplicáveis.


“Duas conclusões são possíveis. A primeira é de que quem tem resistências à insulina e à leptina tem também mais tendência a gordura localizada. A segunda é que o aumento de gordura localizada gera também um aumento de hormônios pró-inflamatórios, o que inibe a saciedade”, apontou.


A Dra. Antoun apontou também que vivemos hoje uma condição de stress crônico e cotidiano, que leva a um aumento dos níveis de cortisol – prejudicando significativamente o sistema metabólico. “Além da higiene do sono e de uma dieta com redução de estimulantes, retirando trigo e açúcar, o uso de adaptógenos e suplementos são parte do tratamento para o cortisol alterado”, comentou.


Alterações na tireoide também devem ser levados em conta quando se observa causas hormonais para a gordura localizada. “Dietas não individualizadas, como a low carb, podem acabar gerando disfunções na tireoide que precisarão ser identificadas e tratadas”, comentou.


Sobre o estrógeno, principal hormônio feminino, a doutora aponta que a diminuição da produção natural desse hormônio, conforme a paciente envelhece, leva a dificuldades na perda de peso e a uma tendência ao acúmulo de gordura localizada, mesmo que a paciente mantenha um estilo de vida saudável. A produção de testosterona é igualmente importante, responsável pela manutenção da massa óssea, melhora da memória e do metabolismo, entre outras funções.


O hormônio do crescimento, na idade adulta, tem papel importante no metabolismo. “Seu déficit causa aumento da gordura corporal, diminuição da capacidade de exercício, envelhecimento precoce e perda de massa muscular. O tratamento envolve hidratação, correção do sono e atividades físicas”, listou.


Para fechar sua participação no ICAD 2019, a ginecologista e nutróloga reforçou um conceito: “Mais importante do que tratar a gordura localizada é preveni-la. Por isso, é essencial que nos preocupemos com uma dieta saudável e equilibrada, que ajude a evitar esses problemas”, finalizou.
 

Esses e outros temas podem ser conferidos ao vivo no ICAD 2019, até 24 de agosto, em São Paulo. O evento acontece no Centro de Convenções Frei Caneca e as informações sobre a programação e a inscrição podem ser conferidas no site: www.icadbrazil.com.br

 

ICAD 2019 Brazil - Feira e Congresso Internacional de Dermatologia Estética e Envelhecimento Saudável da América Latina

Data: 22 a 24 de agosto de 2019.
Horário de Exposição: 5ª e 6ª feira, das 8 às 19 horas e sábado, das 8 às 14 horas.
Local/Endereço: Centro de Convenções Frei Caneca
R. Frei Caneca, 569 - Bela Vista - São Paulo - SP

Sobre o ICAD Brazil
Feira e Congresso Internacional de Dermatologia Estética e Envelhecimento Saudável da América Latina, o ICAD Brazil, faz parte do portfólio da área da saúde da Informa Markets que engloba grandes eventos ao redor do mundo como: ExpoMED, FIME, HIS, SBF, Arabic Health, AMWC, ECAAM, FACE, Vegas Cosmetic Surgery, CFA, MCALive, Visage entre outros, além de ser um dos eventos integrantes do circuito internacional de dermatologia estética, clínica cirúrgica e anti-envelhecimento, realizados pela divisão Euromedicom da Informa Markets em Mônaco, Rússia, França, Colômbia e Tailândia. O evento combina um Congresso Internacional e uma área de exposição com mais de 70 marcas de equipamentos, soluções e tecnologia para o setor.

Sobre a Informa Markets

A Informa Markets cria plataformas para indústrias e mercados especializados para fazer negócios, inovar e crescer. Nosso portfólio global é composto por mais de 550 eventos e marcas internacionais, sendo mais de 30 no Brasil, em mercados como Saúde e Nutrição, Infraestrutura, Construção, Alimentos e Bebidas, Agronegócio, Tecnologia e Telecom, Metal Mecânico, entre outros. Oferecemos aos clientes e parceiros em todo o mundo oportunidades de networking, de viver experiências e de fazer negócios por meio de feiras e eventos presenciais, conteúdo digital especializado e soluções de inteligência de mercado, construindo uma jornada de relacionamento e negócios entre empresas e mercados 365 dias por ano.

Redação ICAD Brazil

Para ter acesso a programação completa em suas mãos, baixe o app ICAD Brazil 2019, pesquisando na App Store ou Google Play.